Dia 21 de Junho comemora-se o dia Mundial da Selfie. Não sendo nada de novo, pois já muitos fotógrafos executavam o autorretrato como forma de expressão, o termo nasceu apenas no séculos XXI, sendo uma das palavras mais pesquisadas em 2013 na internet e passando a fazer parte dos dicionários no mesmo ano.

Não há dúvida que a tecnologia e as redes sociais foram os catalisadores deste movimento de expressão, que visa humanizar a nossa comunicação, expondo a nossa localização, pessoas com quem estamos a partilhar uma atividade ou outra associação que pretendamos partilhar sobre nós.

Já é um negócio de bilhões, seja em selfie sticks, drones com algoritmos de acompanhamento, câmaras e telemóveis dedicados a este movimento, quer no negócio de influenciadores e marcas. Há já míticas selfies que vão ficar na história, como a dos oscars ou numa estação espacial. Mas nem tudo são rosas neste movimento, já é responsável por um número considerável de acidentes e distúrbios psicológicos da obsessão com o formato.