Num artigo publicado no Expresso do dia 26 de Maio de 2018, Tiago Félix da Costa, Sócio da Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados mostra bom senso com a entrada da perturbadora RGPD, que no passado dia 25 substituiu a lei em vigor sobre a proteção de dados.

Provavelmente foi a causa da maior onda de SPAM que o meu e-mail já sofreu até hoje, quando era suposto proteger o cidadão disso e posso garantir que mais da metade das newsletters que solicitam novamente o meu consentimento, não fazem parte dos meus interesses e algumas até desconheço a empresa marca ou produto.

Que sirva todo este caos para obrigar as empresas a ter maior cuidado com o consumidor mas que não tornem este processo penoso para os dois lados. Se vamos esperar que tudo seja consentido, a comunicação sofrerá uma valente derrota, e consequentemente o consumidor final.

Artigo completo em https://www.mlgts.pt/xms/files/Comunicacao/Imprensa/2018/Expresso_Protecao_de_dados_pessoais_-_haja_bom_senso_26MAI.pdf